O impacto tecnológico das obrigatoriedades fiscais eletrônicas na gestão contábil das empresas: um estudo na empresa ECA Engenharia S/A, na cidade de Belém

Autores

DOI:

https://doi.org/10.7769/gesec.v14i11.3166

Palavras-chave:

Gestão Contábil, Obrigações Fiscais Eletrônicas, Tributos

Resumo

As obrigações fiscais eletrônicas aconteceram com a evolução das tecnologias e da informática que permitiram ao fisco homologar em tempo real as operações comerciais das empresas. Com isso teve-se como objetivo desta pesquisa avaliar como as empresas, por meio de uma visão operacional, técnica e fiscal, está absorvendo as novas exigências legais, e quais são os seus impactos nos processos, sistemas e práticas fiscais impostas pelo governo. Apresentar o funcionamento e os benefícios esperados com a implantação deste novo modelo de escrituração, que veio para substituir documentos em papel por documentos eletrônicos com a mesma finalidade e validade jurídica – SPED. A pesquisa foi delimitada através da literatura especializada existente sobre o tema, adotando a pesquisa bibliográfica desenvolvida por intermédio de material já elaborado em relação ao tema em estudo. O método utilizado para a abordagem e visão dos fatos foi a pesquisa exploratória, utilizando-se como técnica de coleta de dados um questionário em forma de alternativas, objetivando conhecer a opinião dos colaboradores e gestores que estão envolvidos no processo. Os resultados alcançados indicam que houve grandes impactos tecnológicos com a implantação das obrigatoriedades fiscais e eletrônicas na gestão contábil da empresa, além de apresentar reais benefícios alinhados com um projeto conceitual do SPED.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CONVÊNIO S/Nº, DE 15 DE DEZEMBRO DE 1970. Disponível em: http://www.fazenda.gov.br/CONFAZ/confaz/Ajustes/2009/..%5C..%5CConvenios%5CSINIEF%5CCVSN_70.htm. Acesso em: 10 abril. 2010

DECRETO Nº 6.022, DE 22 DE JANEIRO DE 2007. Disponível em: http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Decretos/2007/dec6022.htm. Acesso em: 10 abril. 2010

DUARTE, R. D. Big Brother Fiscal – III , O Brasil na Era do Conhecimento. Editora:Café Laranja Comunicação, 2009.

EMENDA CONSTITUCIONAL Nº 18, DE 01 DE DEZEMBRO DE 1965. Reforma do Sistema Tributário. Disponível em: http://br.vlex.com/vid/emenda-constitucional-sistema-tributario-34158571. Acesso em 10 abril. 2010

FARIA, J.E. O Direito na Economia Globalizada, São Paulo, Malheiros Editores, 1999 GIL, Antônio de Loureiro. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social São Paulo Atlas, 1999 GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. Ed. São Paulo; atlas, 1987 GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. Ed. São Paulo; Atlas, 1995

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 107, DE 23 DE MAIO DE 2008. Disponível em: http://www.dnrc.gov.br/legislacao/MinutaIN107maio2008.pdf. Acesso em 14 abril. 2010

INSTRUÇÃO NORMATIVA RFB Nº 787, DE 19 DE NOVEMBRO DE 2007. Disponível em http://www.receita.fazenda.gov.br/legislacao/ins/2007/in7872007.htm. Acesso em 14 abril. 2010

LUNELLI, Reinaldo Luiz. SPED – Sistema Público de Escrituração Digital. Editora: Portaltributário, 2009. MATTOS, Carlos de Meira. Estado-Nação e Globalização. RTDP Jul/Set/1996, n. 16/251.

MPV 2.200-2/2001 (MEDIDA PROVISÓRIA) 24/08/2001. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/MPV/Antigas_2001/2200-2.htm. Acesso em 12 abril. 2010

PROTOCOLOS. Disponível em: http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Protocolos/default.htm. Acesso em 12 abril. 2010

STAIR, R. M. Princípios de Sistemas de Informação: Uma Abordagem Gerencial. Rio de Janeiro : LTC, 1998. YOUNG, Lúcia Helena Briski. SPED – Sistema Público de Escrituração Digital. Editora: Juruá, 2009.

YIN, Robert K. Estudo de Caso: Planejamento e Métodos, 3ª Ed. Porto Alegre: Bookman, 2005

Downloads

Publicado

2023-11-17

Como Citar

de Araujo, P. R. L., & de Araujo, E. T. (2023). O impacto tecnológico das obrigatoriedades fiscais eletrônicas na gestão contábil das empresas: um estudo na empresa ECA Engenharia S/A, na cidade de Belém. Revista De Gestão E Secretariado, 14(11), 20015–20032. https://doi.org/10.7769/gesec.v14i11.3166