Governança publica: análise dos níveis de dependência das receitas próprias e transferidas dos municípios do estado do Pará (2010/2015/2020)

Autores

  • Ítalo Maciel Santos
  • Norberto Ferreira Rocha
  • Jax Nildo Aragão Pinto
  • Rogério Ruas Machado
  • Michel Melo Arnaud

DOI:

https://doi.org/10.7769/gesec.v14i11.3137

Palavras-chave:

Receitas, Intergovernamentais, Pará, Mesorregiões, Federalismo

Resumo

No regime federativo, a distribuição de receitas entre as esferas de governos ocorre com o intuito de sanar as desigualdades inter e intrarregionais. Diante do exposto, considerando a baixa arrecadação das receitas próprias e a nítida necessidade da maioria dos municípios de pequeno e médio porte na região norte do Brasil em relação as transferências governamentais para o financiamento de suas atividades, levanta-se o seguinte problema: qual o nível de dependência dos municípios do Estado do Pará e suas mesorregiões em relação aos repasses intergovernamentais e quanto é a representatividade em relação as suas receitas próprias? O objetivo geral deste trabalho tem como critério norteador analisar a condição e o comportamento das receitas dos municípios paraenses durante os anos de 2010, 2015 e 2020. O objetivo específico é analisar a relação da receita total dos municípios com o nível de dependência das transferências intergovernamentais em relação as suas receitas próprias no período analisado. Em relação aos procedimentos metodológicos a pesquisa caracteriza-se como Qualitativa de caráter descritivo devido ao alinhamento dos objetivos serem voltados a coletar observar, analisar, comparar e interpretar os dados obtidos dos municípios escolhidos para acompanhar a evolução da composição das receitas arrecadadas pelas administrações municipais. Os municípios com os menores IDH-Ms são altamente dependentes dos recursos financeiros providos por outras esferas de governo, o que sugere a necessidade de políticas públicas que possam promover o desenvolvimento local e reduzir essa dependência. Embora tenham ocorrido variações no fluxo orçamentário ao longo dos anos, a dependência dos municípios em relação às transferências intergovernamentais continua alta, sendo a principal fonte de recursos para a maioria deles

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRUCIO, Fernando Luiz. Descentralização e coordenação federativa no Brasil: lições dos anos FHC. O Estado numa era de reformas: os anos FHC, p. 143-216, 2002. Disponível em: https://fgv.academia.edu/FernandoLuizAbrucio. Acesso em: 06 nov. 2022.

ATLAS DO DESENVOLVIMENTO HUMANO NO BRASIL. PNUD BRASIL, IPEA E FJP. Consulta. 2022. Disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/consulta/planilha. Acesso em: 10 mar. 2023.

ANDRADE, M. M. Introdução à metodologia do trabalho científico: elaboração de trabalhos na graduação, 10ª edição. 2002. Disponível em: https://integrada.minhabiblioteca.com.br/books/9788522478392. Acesso em: 30 fev. 2023.

ARAÚJO, F. S. S.; Breve análise de trinta anos do Distrito Industrial de Ananindeua/Pa no contexto econômico local: 1979-2009. In: VII CONNEPI-Congresso Norte Nordeste de Pesquisa e Inovação. 2012. Disponível em: https://propi.ifto.edu.br/ocs/index.php/connepi/vii/paper/viewFile/3812/2927. Acesso em 13 mar. 2023.

BAIÃO, A. L.; CUNHA, A. S. M. DA; SOUZA, F. S. R. N. de. Papel das transferências intergovernamentais na equalização fiscal dos municípios brasileiros. Ano 2017 Revista do Serviço Público, [S. l.], v. 68, n. 3, p. 583-610, 2017. DOI: 10.21874/rsp. v68i3.1406. Disponível em: https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/1406. Acesso em: 8 out. 2022. DOI: https://doi.org/10.21874/rsp.v68i3.1406

BAIÃO, A. L.; O papel das transferências intergovernamentais na equalização fiscal dos municípios brasileiros. 2013. Rio de Janeiro: Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Fundação Getúlio Vargas - FGV, B. 70 p. Dissertação apresentada à Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas. Disponível em: https://revista.enap.gov.br/index.php/RSP/article/view/1406. Acesso em: 09 ago. 2022.

BRASIL. Lei Complementar n. 101 de 4 maio de 2000. Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. DF Presidência da República, Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp101.htm. Acesso em: 21 out. 2022.

BRASIL. Lei n 4320, de 17 de março de 1964 estatui Normas Gerais de Direito Financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal. Diário Oficial [da República Federativa do Brasil], Brasília, 13 mar. 1964. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4320.htm acessado em: 10 set. 2022.

BRASIL. Lei n.º 5.172, de 25 de outubro de 1966. Dispõe sobre o Sistema Tributário Nacional e institui normas gerais de direito tributário aplicáveis à União, Estados e Municípios. Brasília, DF, 1966. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l5172compilado.htm. Acesso em: 17 dez. 2022.

BRITO, H. de S.; DIAS, R. R.; O Comportamento da Receita Pública Municipal: Um Estudo de Caso no Município de Parnaíba - PI. Revista de Gestão e Contabilidade da UFPI, [S.l.], v. 3, n. 1, p. p.130-146, dez. 2015. ISSN 2358-1735.Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/gecont/article/view/3466. Acesso em: 09 nov. 2022. DOI: https://doi.org/10.26694/2358.1735.2016.v3ed13466

BRITO, H. S. O comportamento da Receita Pública Municipal: um Estudo de Caso no município de Parnaíba – PI. 2014. Curso de Pós-Graduação (lato sensu) em Gestão e Contabilidade Pública da Universidade Estadual do Piauí - UESPI, para obtenção do título de Especialista. Universidade Estadual do Piauí, 2014. Disponível em: https://revistas.ufpi.br/index.php/gecont/article/view/3466/2941. Acesso em: 16 jan. 2023.

BRUNI, Adriano Leal. Estatística aplicada à gestão empresarial . Editora Atlas SA, 2013.

CÓSSIO, F. A. B.; Disparidades econômicas inter-regionais, capacidade de obtenção de recursos tributários, esforço fiscal e gasto público no federalismo brasileiro. Rio de Janeiro: Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, 1998. 117 p. Disponível em: https://web.bndes.gov.br/bib/jspui/handle/1408/7712. Acesso em: 08 fev. 2022.

EIDT, S. L.; DE LIMA, J. F. Descentralização tributária no Brasil: um pacto federativo para os Municípios, Estados e a União Federal. Redes. Revista do Desenvolvimento Regional, v. 12, n. 2, p. 257-270, 2007. Disponível em: https://online.unisc.br/seer/index.php/redes/article/view/270. Acesso em: 01 dez. 2022.

FERREIRA D. N; DE SOUZA R, ALMEIDA A. C. P, TEIXEIRA &, M. S.,, E. A. Receita pública municipal: um estudo de caso no município de contagem-mg. in: xiii simpósio de excelência em gestão e tecnologia. 31 De outubro 2016; Desenvolvimento de competências frente aos desafios do amanhã. Disponível em: https://www.aedb.br/seget/arquivos/artigos16/21324215.pdf. Acesso em: 03 Dez. 2022.

FERREIRA, L. F.; DE CARVALHO, C.; Hidrelétricas na Amazônia: uma discussão dos impactos de Belo Monte à luz do licenciamento ambiental. Revista Tempo do Mundo, n. 27, p. 385-422, 2021. Disponível em: https://portalantigo.ipea.gov.br/agencia/images/stories/PDFs/rtm/217044_rtm_27_art14.pdf. Acesso em: 14 mar. 2023.

GOMES, S. C.; ANDRADE, L. C. Análise espacial do crescimento econômico dos municípios paraenses no período 2002-2006. CONFERÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO, 2., 2011. Anais [...]. Disponível em: https:// www.ipea.gov.br/code2011/chamada2011/pdf/area4/area4-artigo35.pdf. Acesso em: 20 set. 2023.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. cidades e estados. 2021. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pa/.html. Acesso em: 13 out. 2022.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Indice de desenvolvimento humano. 2010. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pesquisa/37/30255. Acesso em: 10 mar. 2023.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Biblioteca. 1990. Disponível em: https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv2269_1.pdf. Acesso em: 10 mar. 2023.

KOHAMA, H. Contabilidade Pública: Teoria e Prática. 15.ed. São Paulo: Atlas, 2016. Disponível em: https://integrada.minhabiblioteca.com.br/reader/books/9788597006391/epubcfi/6/2 [%3Bvnd.vst.idref%3Dorder01]!/4/2/4%4051:2. Acesso em: 14 set. 2022.

LEROY, R; S; D; BONTEMPO; B; L. Comportamento das Receitas Públicas de um Município Mineiro de Pequeno Porte. RAGC, v. 5, n. 18, 2017. Disponível em: https://revistas.fucamp.edu.br/index.php/ragc/article/view/939. Acesso em: 03 dez. 2022.

LIRA, N. K. M.; MONTEIRO, A. de O.; FADUL, É. M. C. A distribuição de receitas públicas nos municípios do estado da Bahia: uma análise crítica de sua equidade. Organizações & Sociedade, v. 20, p. 423-438, 2013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/osoc/a/PW4xDst76ZYkcbrtXQtFMhp/abstract/?lang=pt. Acesso em: 18 fev. 2023. DOI: https://doi.org/10.1590/S1984-92302013000300004

LOBO, C., FERREIRA, R. N., & NUNES, M. A. (2022). A sustentabilidade fiscal e a oferta de serviços públicos: uma análise dos municípios brasileiros de pequeno porte. urbe. Revista Brasileira de Gestão Urbana, v. 14, e20210187. Disponível em http://repositorio.fjp.mg.gov.br/handle/123456789/3660. Acesso em: 07 set. 2022. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-3369.014.e20210187

MASSARDI, W. O. ABRANTES, L. A. Classificação dos Municípios Mineiros em Relação à Composição de suas Receitas. Revista de Gestão, Finanças e Contabilidade, Salvador, v. 4, n. 1, p. 144-161, 2014 Disponível em: https://www.revistas.uneb.br/index.php/financ/article/view/443. Acesso em: 20 set. 2023.

MELO, M. A. Crise Federativa, Guerra Fiscal e “Hobbesianismo Municipal”: efeitos perversos da descentralização? São Paulo em Perspectiva, v. 10, n. 3, p. 11-20, 1996. Acesso em: http://produtos.seade.gov.br/produtos/spp/v10n03/v10n03_02.pdf. Acesso em: 15 ago. 2022.

PALHETA, J.M.; SILVA, C. N.; MEDEIROS, G. N.; Territórios com mineração na região sudeste do Pará–Norte do Brasil. Revista da ANPEGE, v. 11, n. 15, p. 281-308, 2015. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/anpege/article/download/6456/3402/19337. Acesso em: 15 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.5418/RA.1115.0011

PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO NO BRASIL. Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. Pnud Brasil, Ipea e FJP, 2022. Disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/ranking. Acesso em: 11 mar. 2023.

RAVANELLO, M.; BENDER FILHO, R. Análise da dependência dos municípios do Vale do Rio Pardo/RS aos recursos de transferência do FPM. Economia e Desenvolvimento, v. 31, p. e14-e14, 2019. Disponível em https://periodicos.ufsm.br/eed/article/view/38503. Acesso em: 22 nov. 2022. DOI: https://doi.org/10.5902/1414650938503

REBELLO, F. K.; SOUZA, C. C. M. de; SANTOS, M. A. S. dos; LOPES, M. L. B.; BELLO, L. A. L.; Padrão e Determinantes da Infraestrutura Urbana dos Municípios Paraenses. Desenvolvimento em Questão, [S.L.], v. 19, n. 55, p. 267-284, 12 ago. 2021. Editora Unijui. http://dx.doi.org/10.21527/2237-6453.2021.55.11259 Disponível em: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/desenvolvimentoemquestao/article/view/11259. Acesso em: 24 fev. 2023. DOI: https://doi.org/10.21527/2237-6453.2021.55.11259

REIS, A. O.; ABRANTES, L. A.; FARONI, W.; PASSOS, N. L. Comportamento da Arrecadação Própria e da Carga Tributária nos Municípios da Zona da Mata Mineira. Revista Ambiente Contábil. v. 8, n. 1, p. 1, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/6520. Acesso em: 22 ago. 2022. DOI: https://doi.org/10.21680/2176-9036.2016v8n1ID6520

REZENDE, F. Federalismo fiscal: em busca de um novo modelo. Educação e federalismo no Brasil: combater as desigualdades, garantir a diversidade Brasília de 2010, p. 71-88, 2010. Disponível em: https://crianca.mppr.mp.br/arquivos/File/publi/unesco/educacao_federalismo.pdf#page=69. Acesso em: 17 set. 2022.

SANTOS, K. G. B. dos; SANTOS, C. E. R.: Dependência municipal das transferências do fundo de participação dos municípios: uma análise para os municípios do Sul da Bahia entre

e 2012. IV Semana do Economista out. 2014, UESC, BA. Disponível em: http://www.uesc.br/eventos/ivsemeconomista/anais/gt1-5. Acesso em 20 fev. 2023.

SILVA, J. F. da.; A influência dos fatores econômicos na arrecadação da contribuição de melhoria nos municípios brasileiros. 2013.Disponivel em: https://repositorio.ufc.br/bitstream/riufc/9484/1/2013_dissert_jfsilva.pdf. Acesso em: 16 set. 2022.

SILVA, L. M; da. Contabilidade Governamental: um enfoque administrativo. 9.ed. São Paulo: Editora Atlas, 2009. Disponível em: https://integrada.minhabiblioteca.com.br/books/9788522477968. Acesso em: 19 nov. 2022.

SILVA, M. B. de; GRIGOLO, T. M. Metodologia para iniciação científica à prática da pesquisa e da extensão II. Caderno Pedagógico. Florianópolis: Udesc, 2002. Disponível em: https://www.udesc.br/arquivos/cead/id_cpmenu/4191/Metodologias_para_Inicia__o___Pr_tica_da_Pesquisa_e_Extens_o_II_16689754433999_4191.pdf. Acesso em: 02 out. 2023.

SOUSA, K. M. de; MONTE., P. A. do. Composição do gasto público e descentralização fiscal em governos locais brasileiros: uma análise por regressão quantílica incondicional com dados longitudinais. Revista de Administração Pública, v. 55, p. 1333-1354, 2022. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rap/a/wQsKcsLc7kKNRVP8wnq7QDg/?lang=en. Acesso em: 12 set. 2022.

SUZART, J. A. da S.; ZUCCOLOTTO, R.; ROCHA, D. G. da. Federalismo fiscal e as transferências intergovernamentais: um estudo exploratório com os municípios brasileiros. Advances In Scientific And Applied Accounting, [S.L.], v. 11, n. 1, p. 127-145, 30 abr. 2018. Associação Nacional de Programas de Pós-graduação em Ciências Contábeis (ANPCONT). Disponível em: https://asaa.anpcont.org.br/index.php/asaa/article/view/363/204. Acesso em: 13 fev. 2023. DOI: https://doi.org/10.14392/asaa.2018110107

TORRES, M. L.; A divisão da competência legislativa entre os entes federados Conteúdo Jurídico, Brasília-DF: 06 junho 2014, 05:00. Disponível em: https://conteúdo jurídico.com.br/consulta/Artigos/39639/a-divisão-da-competência-legislativa-entre-os-entes-federados. Acesso em: 07 set 2022.

TRINDADE, J. R. B.; OLIVEIRA, W. P. De; BORGES, G. T. DO N.; O Ciclo Mineral e a Urgência de Políticas de Desenvolvimento Local: o caso do município de Parauapebas no sudeste do Estado do Pará. Revista de Políticas Públicas, v. 18, n. 2, p. 603-618, 2014. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=321133267022. Acesso em: 14 mar. 2023. DOI: https://doi.org/10.18764/2178-2865.v18n2p603-618

Downloads

Publicado

2023-11-07

Como Citar

Santos, Ítalo M., Rocha, N. F., Pinto, J. N. A., Machado, R. R., & Arnaud, M. M. (2023). Governança publica: análise dos níveis de dependência das receitas próprias e transferidas dos municípios do estado do Pará (2010/2015/2020). Revista De Gestão E Secretariado, 14(11), 19455–19478. https://doi.org/10.7769/gesec.v14i11.3137