Eficiência administrativa dos municípios da região do Cariri Cearense no enfrentamento à pandemia de Covid-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.7769/gesec.v14i5.2087

Palavras-chave:

COVID-19, Eficiência, Análise Envoltória de Dados (DEA)

Resumo

A pandemia de COVID-19 ficou marcada mundialmente, dentre outros fatores, pelo aumento dos gastos com saúde. O Brasil foi demasiadamente impactado, pois mesmo antes da confirmação do primeiro caso da doença o país enfrentava graves problemas socioeconômicos e fiscais. Assim, um dos maiores desafios para o gestor público, em especial de saúde, consiste em buscar ganhos de eficiência, já que os recursos são escassos, notadamente em tempos de crises. Nesse sentido, o presente estudo tem como objetivo avaliar a eficiência administrativa dos municípios da região do cariri cearense no enfrentamento à pandemia  de  Covid-19, utilizando a Análise Envoltória de Dados (DEA), no modelo Retornos Constantes à Escala, proposto por Charnes, Cooper e Rhodes  (1978),  CCR,  e  no  modelo  Retornos  Variáveis  à Escala, proposto por Banker, Charnes e Cooper (1984) o BCC, com orientação para outputs, para o cálculo da eficiência dos 26 municípios. Com base no CCR, em que considera a proporcionalidade entre inputs e outputs, houve maior número DMU’s eficientes. Em relação ao BCC, o qual admite que a eficiência máxima varie em função da economia de escala. Na média, os municípios obtiveram melhores escores médios de eficiência pelo método BCC em comparação ao CCR. Houve aumento de gastos  com  saúde,  contudo  houve  desperdício  de 3,48% nas análises pelo método BCC. O número de notificados e de confirmados foram as variáveis que apresentaram o maior potencial de melhoria indicando a necessidade de redução do contágio. Além disso, o melhor nível de eficiência não necessariamente ocorre naqueles que tiveram maiores gastos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Ashraf, B. N. (2020). Economic impact of government interventions during the COVID-19 pandemic: International evidence from financial markets.Journal of Behavioral and Experimental Finance,27, 100371. DOI: https://doi.org/10.1016/j.jbef.2020.100371

Abdullah, D., Farida., Pudjiastuti, S., Harimurti, &., Arifudin, A. (2022). A research level of efficiency treatment of Covid-19 using data envelopment analysis.International Journal of Nonlinear Analysis and Applications, 13(1), 1937-1947.

Andrade, B. H. S., Serrano, A. L. M., Bastos, R. F. S., & Franco, V. R. (2017).

Eficiência do gasto público no âmbito da saúde: uma análise do desempenho das capitais brasileiras. RPD, 38(132), 163-179.

Andrett, M. C. S. et al. (2018). Eficiência dos gastos públicos em saúde no Brasil: estudo sobre o desempenho de estados brasileiros. RGSS, 7(2), 114-128. DOI: https://doi.org/10.5585/rgss.v7i2.12799

Aroeira, T., Vilela, B., & Ferreira, R. F. (2020). Mais de 100.000 Óbitos: Avaliação da Eficiência dos Hospitais do SUS no Tratamento à Covid-19 nos Municípios Brasileiros. RAHIS, 17(2), 95-114. DOI: https://doi.org/10.21450/rahis.v17i2.6427

Aroeira, T., Vilela, B., & Ferreira, R. F. (2021). Mais de 600.000 óbitos: avaliação da eficiência do sistema de saúde pública dos municípios brasileiros no tratamento à covid-19. RAHIS, 18(5), 67-86. DOI: https://doi.org/10.21450/rahis.v18i5.7413

Bacchiegga, F., & Vasconcelos, M. P. (2021). Os desafios do enfrentamento da covid-19 nos pequenos municípios. Jornal da USP. Recuperado em 29 junho, 2022, de https://jornal.usp.br/artigos/os-desafios-do-enfrentamento-da-covid-19- nos-pequenos-municipios/.

Banker, R. D., Charnes, H., & Cooper, W. W. (1984). Some models for estimating technical and scale inefficiencies in data envelopment analysis. Management Science, 30(9), 1078-1092. DOI: https://doi.org/10.1287/mnsc.30.9.1078

Busemeyer, M. R. (2021). Financing the welfare state in times of extreme crisis: public support for health care spending during the Covid-19 pandemic in Germany, Journal of European Public Policy. DOI: https://doi.org/10.1080/13501763.2021.1977375

Campos, I. S., Aratani, V. F., Cabral, K. B.; Limongi, J. E., & Oliveira, S. V. (2021). A Vulnerability Analysis for the Management of and Response to the COVID-19 Epidemic in the Second Most Populous State in Brazil. Frontiers in Public Health, 9. DOI: https://doi.org/10.3389/fpubh.2021.586670

Caponi, S. (2021). Covid-19 em Santa Catarina: um triste experimento populacional.Hist. ciênc. saúde-Manguinhos, 28(2) 593-598. DOI: https://doi.org/10.1590/s0104-59702021005000004

Cavalcante, J. R. et al. (2020). COVID-19 no Brasil: evolução da epidemia até a semana epidemiológica 20 de 2020. Epidemiol. Serv. Saúde. 29(4), e2020376. DOI: https://doi.org/10.5123/S1679-49742020000400010

Cesário, L. (2022). Barbalha lidera incidência de casos de Covid-19 na região do Cariri. O Povo, Barbalha, 18 de junho de 2022. Recuperado em 05 julho 2022, de https://www.opovo.com.br/noticias/ceara/barbalha/2022/06/18/barbalha-lidera- incidencia-de-casos-de-covid-19-na-regiao-do-cariri.html.

Charnes, A., Cooper, W. W., & Rhodes, E. (1978). Measuring the efficiency of decision-making units. European Journal of Operational Research, 2(6), 429- 444 DOI: https://doi.org/10.1016/0377-2217(78)90138-8

Cifuentes-Faura, J. (2021). Fatores que influenciam a taxa de mortalidade por COVID- 19 na União Europeia: importância dos profissionais médicos. Saúde Pública, 1- 3.

Costa, J. D. S. (2022). Gestão municipal em saúde: o uso de planejamento estratégico, recursos municipais, capacitação e ofertas de mais serviços para enfrentamento da pandemia COVID-19.

Cruz, A. A. (2016) agenda de eficiência para o SUS. Revista Consensus, 18,15-23.

De Witte, K.; Johnes. G.; Johnes, J.; Agasisti, T. (2020) Preface to the special issue on efficiency in education, health and other public services. International Transactions in Operational Research, 8, (4), 1819-1820. DOI: https://doi.org/10.1111/itor.12762

Fávero, L. P. L., Belfiore, P. P., Silva, F. L., & Chan, B. L. (2009). Análise de dados: Modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier.

Fernandes, J. S.; Silva, J. B.; Muniz, A. M. V. (2021). Pandemia além da metrópole: análise da interiorização da Covid-19 no estado do Ceará. Revista franco-brasilera de geografia, 52. DOI: https://doi.org/10.4000/confins.40402

Fernandes, G. A. A. L., & Pereira, B. L. S. (2020). Os desafios do financiamento do enfrentamento à COVID-19 no SUS dentro do pacto federativo. Revista De Administração Pública, 54(4), 595–613. DOI: https://doi.org/10.1590/0034-761220200290

Giacomoni, J. (2021). Orçamento Público. São Paulo. Atlas.

Gouveia, G. P. de M., Gouveia, S. S. V., Vasconcelos, S. S., & Silva, E. S. M. (2020). Incidência e letalidade da COVID-19 no Ceará. Cadernos ESP, 14(1), 10-16.

Grillo, D. R., da Silva Garcia, V., & Costa, K. A. (2022). Análise da Eficiência do uso de Recursos Federais no Combate a Covid-19 através da Análise Envoltória de Dados. Gestão Contemporânea, 12(1), 161-185.

Lamba, S et al. (2022). Past local government health spending was not correlated with COVID-19 control in US counties. SSM - Population Health, 27, 101021. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ssmph.2022.101027

Lima, W. L.; Pontes, T. T. S. (2021). Eficiência dos gastos públicos em saúde durante a pandemia da covid-19: um estudo dos estados do nordeste brasileiro. In: XXIII ENGEMA. São Paulo.

Macêdo, F. F. R. R., Reis, M. R. G., Silveira, M. A., & Salla, N. M. G. (2019). Transparência fiscal e eficiência dos gastos públicos em educação e saúde: estudo nos municípios cearenses. Anais do Congresso Brasileiro de Custos, Curitiba, PR, Brasil, 26.

Mazon, L.M.; Freitas, S. F.T.; Colussi, C. F.; (2021). Financiamento e Gestão: a eficiência técnica dos municípios catarinenses de pequeno porte nos gastos públicos com saúde. Ciência & Saúde Coletiva. 26 (4),1521-1532. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232021264.09712019

Mello, J. C. C. B. S., Meza, L. A., Gomes, E. G., & Biondi, L., Neto. (2005). Curso de análise de envoltória de dados. Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional, 37, 2520-2547.

Morais, T. R. de, Nascimento, Y. M., Girão, M. M. F., Rodrigues, M. M. X., Sampaio, F. M. S. de, Silva, M. R. L. e, Silva, C. G. L. da, & Gadelha, M. do S. V. (2021). Estudos dos dados epidemiológicos dos casos de COVID-19 na região metropolitana do Cariri Cearense no período de Janeiro de 2020 a Fevereiro de 2021. Brazilian Journal of Development, 7(5), 52360–52371.

Moreland-Russell, S., Jabbari, J., Ferris, D., & Roll, S. (2022). Em casa e à beira: a saúde mental dos pais dos EUA durante o COVID-19. Revista Internacional de Pesquisa Ambiental e Saúde Pública, 19 (9), 5586. DOI: https://doi.org/10.3390/ijerph19095586

Mota, S. C., Oliveira, A. R. V., & Vasconcelos, A. C. (2021). Eficiência do atendimento assistencial nos hospitais universitários. Vista & Revista, 32(3), 242-266. DOI: https://doi.org/10.22561/cvr.v32i3.7060

Nunes, E. S., & Sousa, E. P. (2019). Eficiência no gerenciamento público com a saúde para os municípios cearenses. RBERU, 13(1), 98-118.

Nunes, L. N. (2007). Métodos de imputação de dados aplicados na área da saúde. Tese de Doutorado, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, Brasil.

Oliveira, A. R. V., Mota, S. C., & Vasconcelos, A. C. (2022). Eficiência e produtividade dos gastos, ações e serviços de saúde nos municípios mais populosos do Ceará no contexto da EC 95/2016 . Administração Pública e Gestão Social, 14(1), 1-18.

Peña, C. R. (2008). Um modelo de avaliação da eficiência da administração pública através do método análise envoltória de dados (DEA). Revista de Administração Contemporânea, 12(1), 83-106. DOI: https://doi.org/10.1590/S1415-65552008000100005

Pinho, M., & Carvalho, E. G. de. (2021). Covid-19 Mortality Rates Adjusted by Differences in Age Structure of Populations. In SciELO Preprints. DOI: https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.2882

Rambe, RA, Purmini, P., Armelly, A., Alfansi, L., & Febriani, RE (2022). Comparação de eficiência de gastos pró-crescimento para redução da pobreza antes e durante a pandemia de COVID-19: um estudo de governos regionais na Indonésia. Economias, 10 (6), 150. DOI: https://doi.org/10.3390/economies10060150

Ramos, C. A. (2012). Economia do trabalho: modelos teóricos e o debate no Brasil. Curitiba: CRV.

Ribeiro, L. T. M., & dos Santos, M. (2022). Avaliação da alocação de recursos públicos destinados ao combate ao covid-19 nas regiões brasileiras empregando a Data Envelopment Analysis (DEA). Revista SIMEP, 2(1), 51-68. DOI: https://doi.org/10.29327/236221.2.1-4

Servo, L. M. S., Santos, M. A. B., Vieira, F. B., & Benevides, R. P. S. (2021). Financiamento do SUS e Covid-19: histórico, participações federativas e respostas à pandemia. Saúde em Debate, 44, 114-129. DOI: https://doi.org/10.1590/0103-11042020e407

Silva, C. R. M., Alves, R. M. P., Luca, M. M. M., & Vasconcelos, A. C. (2019). Eficiência da alocação de recursos públicos nas unidades da federação nos governos Lula e Dilma. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, 24(78), 1-20. DOI: https://doi.org/10.12660/cgpc.v24n78.73696

Silva, J. L. M., & Queiroz, M. F. M. (2018). Eficiência na gestão da saúde pública: uma análise dos municípios do estado do Rio Grande do Norte (2004 e 2008). Planejamento e Políticas Públicas, 50, 149-170.

Souza, D. O. (2021). Cloroquina e hidroxicloroquina no Brasil: um caso de ineficácia na gestão da saúde pública. Rev. salud pública, 23(2), 1-7. DOI: https://doi.org/10.15446/rsap.v23n2.89741

Tasca, R. et al. (2022). Gerenciando o SUS no nível municipal ante a Covid-19: uma análise preliminar. Saúde em Debate [online], 46(n. spe1), 15-32. DOI: https://doi.org/10.1590/0103-11042022e101i

Topazian, R. J., Hatton, C. R., Barry, C. L., Levine, A. S., & McGinty, E. E. (2022). Public support for US social safety net policies throughout the COVID-19 pandemic. Preventive medicine, 154, 106873. DOI: https://doi.org/10.1016/j.ypmed.2021.106873

Williams, C. C., & Kayaoglu, A. (2020). COVID-19 and undeclared work: Impacts and policy responses in Europe.The Service Industries Journal,40(13-14), 914-931. DOI: https://doi.org/10.1080/02642069.2020.1757073

Zhao, L., Zhang, Y., Sadiq, M., Hieu, V. M., Ngo, T. Q. (2021) Testing green fiscal policies for green investment, innovation and green productivity amid the COVID- 19 era. Econ Change Restruct. DOI: https://doi.org/10.1007/s10644-021-09367-z

Downloads

Publicado

2023-05-02

Como Citar

de Oliveira, A. R. V., Chagas, M. J. R., Leite, A. C. R., de Alencar, M. R. X., Gomes, G. G. P., & Leal, P. H. (2023). Eficiência administrativa dos municípios da região do Cariri Cearense no enfrentamento à pandemia de Covid-19. Revista De Gestão E Secretariado, 14(5), 6894–6913. https://doi.org/10.7769/gesec.v14i5.2087